O Baile (2012)

baile_01_baixa

Dando continuidade ao processo de pesquisa em que busca a reflexão sobre a insuficiência e a potência das palavras e das imagens, o bailarino Marcos Sobrinho estreia o espetáculo O BAILE OU ENTRE IMAGENS E NÃO LUGARES. No palco, Marcos, que assina a concepção e direção do espetáculo estará acompanhado dos bailarinos Renato Vascocellos, Josafa Filho e Priscila Maia.

O BAILE OU ENTRE IMAGENS E NÃO LUGARES tem como ponto de partida o filme O Baile, do diretor Ettore Scola.  Para o bailarino Marcos Sobrinho, o espetáculo é um ato de reação criativa à poética do cineasta que em suas distintas criações sempre fomentava reflexões sobre as relações entre a palavra e a imagem.  São essas reflexões que inspiraram o bailarino a visitar uma questão que já vem permeando a pesquisa em seus trabalhos anteriores que é a potência e a insuficiência das palavras na comunicação cênica.

“Esta questão permitirá expor os rastros e as memórias dos personagens, que sem o recurso da palavra, são tão bem desenhados no filme. E é a partir destas relações que o trabalho pretende articular um diálogo possível de ocorrer em um corpo – ambiente cênico”, explica ele.

DSC_0102

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *